Investir em aplicativos ainda é uma ótima maneira de movimentar o setor de varejo mobile. Nesse artigo, veremos os prós e contras desse formato.

A partir do conceito de Mobile First, ou seja, a ideia de se desenvolver projetos web pensados primeiro para dispositivos móveis, é possível perceber uma grande transformação no comportamento de homens e mulheres, ao redor do mundo.

Há vinte anos, a primeira tela das pessoas, isto é, a principal interface eletrônica para entretenimento, informação e diversão, era a televisão. E há pouco menos de 10 anos, se tornou o computador. Não é difícil adivinhar que hoje em dia, a tela com maior adeptos, seja os smartphones. Como previu Steve Jobs ao lançar o iPhone, os dispositivos móveis estão conosco 24 horas por dia, no intervalo de qualquer atividade que fazemos, bem ao alcance das nossas mãos. 

A chegada dos aplicativos, estreitou ainda mais nossa relação com os aparelhos smart. E não só isso, além de passarmos mais tempo olhando para a tela do celular, processos importantes das nossas vidas sofreram mudanças, impactando diretamente nossa rotina e a forma como executamos tarefas.

Hoje em dia, podemos nos locomover de um lugar ao outro, chamando um carro, através do Uber. Conseguimos pagar contas e resolver problemas que antes exigiam longas horas nos bancos, em questão de minutos. Tudo isso se tornou possível com a chegada dos aplicativos.

A Febre dos Aplicativos

Em 2007 começaram a surgir os primeiros aplicativos para dispositivos móveis. Hoje em dia, são mais de 22 milhões de usuários ativos dentro das plataformas, com cerca de 4 milhões de pessoas baixando novos aplicativos por dia. Os apps mudaram a forma como nos relacionamos com as pessoas, executamos tarefas e principalmente, como nos relacionamos com as marcas.

Através das mídias sociais, conseguimos nos comunicar diretamente com empresas que antes eram distantes, começamos a humanizá-las e esperar que elas se posicionem sobre diferentes questões. E, mais do que tudo, passamos a comprar de forma mobile!

Essa mudança no padrão de comportamento do cliente, criou a necessidade de melhorar e investir na experiência de compra do usuário móvel, gerando a necessidade de aplicativos inteligentes e personalizados.

Os chamados “super app”, também ganharam destaque. Esse termo se refere a aplicativos que possuem mais de uma funcionalidade chave. Um exemplo consolidado é o WeChat, que possibilita a troca de mensagens instantâneas, assim como a oportunidade de efetuar pagamentos e inserir documentos como RG e CPF, na plataforma.

Ainda sim, as pessoas tendem a pensar que aplicativos são artigos exclusivos de grandes marcas, sem saber do impacto que isso pode gerar no varejo de médias e pequenas empresas. O e-commerce é hoje, o setor que mais cresce no mundo, e, justamente porque as pessoas passam horas do dia, com os celulares nas mãos, é que devemos aproveitar a oportunidade para tornar esse ambiente 

favorável a compras.

Prós e Contras dos Aplicativos

Prós: Funcionalidades Exclusivas

1.Tem coisas que só um aplicativo faz por você. Como vimos anteriormente, o varejo mobile é uma tendência em ascensão. Uma boa forma de promover a segurança e facilitar a experiência de compra, ainda é através do aplicativo. Com ele é possível desenvolver recursos otimizados e personalizados.

  1. Comunicação Direta Com o Cliente

Sem dúvida, uma das vantagens mais relevantes de se investir em aplicativos é a possibilidade de se comunicar diretamente com os clientes, fornecendo recursos de busca, informações completas sobre produtos e serviços, preço, reservas, horário de funcionamento e muito mais. Outra possibilidade é o envio de notificações push – mensagens que aparecem na tela principal do usuário – enviando conteúdos relevantes como descontos especiais e promoções.

  1.  Presença Digital

O comportamento do consumidor mudou e as pessoas incorporaram os aplicativos ao seu estilo de vida. Hoje, existem softwares para qualquer segmento. É preciso garantir a sua fatia nesse mercado. Através do app,a sua marca se posiciona, trabalha o marketing a fim de  ganhar mais visibilidade marcando presença no digital.

Contras:

  1. Baixa Adesão

Um problema comum a todos os apps é justamente o fato de precisarem ser instalados. O espaço interno dos smartphones limita a quantidade de aplicativos e nem todos os clientes se dispõem a fazer o download.

  1. Alto Custo de Produção

Desenvolver um bom aplicativo leva tempo e pode custar caro. Especialmente se você não souber as preferências e necessidades dos seus clientes.

Aplicativos e Localização Indoor

Quando se trata de experiência mobile, os aplicativos ainda são a melhor forma de entregar valor ao cliente, por proporcionar uma vivência rica e completa, com mais recursos disponíveis. Com a localização indoor, o app sabe quando o cliente está dentro do shopping, ou próximo a determinada loja, por exemplo, assim como em qual andar e região. A partir disso é possível desenvolver funcionalidades específicas e personalizadas, capazes de realizar operações em tempo real. 

Embora seja possível implementar o GPS Indoor nas empresas, sem beacons ou app, apenas atendo-se ao uso dos dispositivos móveis dos próprios clientes, é através do aplicativo que serviços mais arrojados podem ser oferecidos, de modo a proporcionar uma experiência completa ao usuário.

Alguns dos serviços baseados em localização, como marketing de proximidade e GPS indoor, para que seja compatível com todos os smartphones, precisam do suporte que o aplicativo oferece, devido a sua necessidade de processar informações complexas em tempo real. No quesito segurança, o aplicativo também tem seu lugar. Ele protege a base de dados  do seu negócio e suas configurações podem ser alteradas sempre que necessário, de forma prática.

Outro importante recurso que depende do aplicativo, é  a inteligência de dados. Como você provavelmente já sabe, é imprescindível que seja feito o diagnóstico de dados para entender o comportamento do cliente, a fim de medir resultados e otimizar ganhos. Os beacons instalados nos ambientes, coletam dados sobre o comportamento dos clientes e, por meio do aplicativo, o gestor responsável examina e considera os dados.

Web App

Uma alternativa ao tradicional aplicativo, são os web apps. Esse  termo se refere a sites responsivos, ou seja, que se adequam perfeitamente a diferentes telas, mas que se comportam na verdade, como um aplicativo. Essa opção contorna problemas de adoção e barreiras de instalação, como por exemplo a falta de espaço no dispositivo. Como dito anteriormente, a forma mais completa e rica de experimentar os recursos da localização indoor, é através dos aplicativos convencionais. O web app nesse caso, é uma alternativa que suporta a maioria dos serviços baseados em localização, de forma simples e sem precisar fazer o download.

Concluindo…

Quando se trata de tecnologia, sempre haverá prós e contras, assim como soluções mais eficientes para cada vertical. Contudo, os aplicativos ainda são uma ótima maneira de oferecer uma experiência completa e de valor para o cliente.

As soluções propostas pela Zapt Tech, se adaptam bem tanto em aplicativos, quanto em web apps. Quer saber mais? Entre em contato conosco através do email contato@zapt.tech e conecte-se conosco no Linkedin e Instagram

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *