Algo comum a qualquer segmento comercial é a grande movimentação de recursos dentro da empresa. O que muitas vezes, impede com que os gestores tenham uma real noção do processo produtivo interno. Impossibilitando assim, uma administração assertiva e um melhor uso dos recursos disponíveis. A Geolocalização Indoor é uma tecnologia que já está presente no nosso dia a dia e que pode ser usada como uma poderosa ferramenta no mundo nos negócios. Nesse artigo falaremos como essa solução funciona e quais são os diferentes métodos para a sua aplicação.

Como a Geolocalização Indoor Funciona?

O objetivo da Geolocalização Indoor é permitir que máquinas, ativos e pessoas, sejam localizados em tempo real, dentro de espaços físicos cobertos, a fim de otimizar operações, reduzir custos e monitorar o tempo gasto em cada fase operacional.

Através dos RTLS ( Real Time Location Systems), é possível localizar o recurso monitorado e traçar um histórico de como foi o fluxo de atividades ao longo de um determinado período. Assim, no caso de um equipamento por exemplo, informações como: data da última manutenção, tempo de uso, tempo que a máquina passou desligada e onde ela se encontra, serão registrados.

Tecnologias de Geolocalização Indoor

Existem vários tipos de tecnologias que são usadas como solução na hora de implementar a Geolocalização Indoor no mercado. Para te ajudar a entender mais sobre este assunto, vamos falar sobre os métodos mais comuns no mercado. Assim como, seus prós e contras.

Beacons

Beacons são pequenos dispositivos que atuam em locais fechados e fazem uso do Bluetooth Low Energy, para se comunicarem com aparelhos smart. Seu objetivo final é melhorar a experiência de compra do consumidor e alavancar as vendas de um negócio.

Ele identifica a localização do cliente próximo ao ponto de venda e exibe conteúdos relevantes, como promoções e ofertas especiais. Além disso, com o uso de Beacons é possível coletar dados de localização dos consumidores. E, com o uso dessa informação, podem ser traçadas estratégias melhores de Geomarketing.
Esse dispositivo tem um custo inicial relativamente baixo, sua bateria pode durar de um a cinco anos e chegou no mercado cumprindo a promessa de estreitar os laços com os consumidores e movimentar o setor do varejo físico.

Entretanto, para que eles funcionem, os clientes precisam realizar o download do aplicativo do estabelecimento, além de manterem o Bluetooth ligado durante a visita. Esse sistema de dispositivos, também tem um curto alcance geográfico. Isso significa que dependendo da dimensão do ponto de venda, serão necessários dezenas de Beacons para cobrir a extensão do local. Contudo, essa alternativa ainda vale muito a pena para os lojistas, pois entregam duas informações preciosas: o comportamento de consumo do cliente e a sua localização.

GPS

Mas, se serviços como o Google Maps e Waze, existem e funcionam tão bem, porque não usar o GPS pra tudo isso? A resposta é simples! O Global Position System não é feito para lugares indoor, ou seja, locais cobertos. Como o GPS utiliza de satélites para se orientar, ele perde 90% de sua precisão em locais fechados. Entretanto, essa tecnologia pode ser integrada a um Sistema de Localização Indoor, para conseguir fazer a transição do local aberto para o local fechado.

RFID

O Radio-Frequency IDentification, assim como os Beacons, também funcionam por sinais de radiofrequência. Essa ação acontece por meio da comunicação entre dois pontos. A primeira parte da solução, é uma antena ativa que é responsável por enviar o sinal. A segunda, etiquetas coladas aos objetos monitorados que respondem ao sinal enviado.

No entanto, essa transmissão de sinal só acontece de forma direcional. Para que seja possível rastrear objetos, ou pessoas que estão em constante movimento, é preciso criar os “portais de RFID” e usar etiquetas ativas, que acompanhem e registrem essa movimentação. Tal alternativa, encarece os custos dessa solução.

Portanto, ela é preferencialmente usada para monitorar processos mais bem definidos, onde a informação mais importante por exemplo, não seja a localização dos objetos e sim a direção por onde determinado ativo passou.

Wi-fi

O uso do Wi-fi se baseia em pontos de acesso sem fio, espalhados em locais estratégicos, para medir a intensidade do sinal receptor, calculando assim, a distância do ponto de acesso. O uso do Wi-fi combinado a técnicas de triangulação, possibilita que a identificação da localização do indivíduo ou objeto seja feita. Assim como a radiofrequência, esse método também não exige que o GPS esteja ligado no dispositivo para indicar a localização. Porém, pode exigir que o dispositivo esteja conectado na rede Wi-fi.

ZigBee

Trata-se de um sistema de comunicação sem fio entre aparelhos eletrônicos, semelhante ao Wi-fi. A diferença é que ele consegue se comunicar gastando menos energia, em um alcance menor ( cerca de 100 metros) e a comunicação entre duas unidades podem ocorrer repetidas vezes na rede, até atingir o destino final.

Onde Aplicar a Geolocalização Indoor?

Qualquer empresa que ofereça um produto ou serviço em espaços físicos pode usar a Geolocalização para melhorar o desempenho, independente do setor. Veja a seguir algumas possibilidades de aplicação:

Indústrias:

Através dos dados de movimentação e monitoramento das rotas percorridas, o gestor pode entender onde está o principal obstáculo das operações, observando em quais setores os colaboradores gastam mais tempo, a fim de aumentar a produtividade, facilitando os processos produtivos. A localização em tempo real dos funcionários também pode ser feita caso surja alguma atividade de ultima hora, ou haja a necessidade de realocar a equipe para uma operação específica.

Acidentes e problemas com a segurança também podem ser evitados através dos alertas emitidos com base na Geolocalização Indoor. Caso um funcionário esteja em local de risco e alta periculosidade, ele ou seu gestor é notificado. Garantindo assim, sua integridade física e poupando a empresa de eventuais gastos e processos.

A gestão de equipamentos e controle de ativos é outro importante benefício da Geolocalização Indoor. É possível monitorar equipamentos móveis como empilhadeiras e caminhões, para otimizar suas rotas e trajetos, fazendo a cronoanálise de suas atividades.

Escolas e faculdades:

Para ajudar os alunos a se locomoverem dentro dos enormes campi das universidades, a Geolocalização se apresenta como uma ótima solução. A USP juntamente com a Superintendência de tecnologia, desenvolveu um aplicativo que aponta a localização do estudante, juntamente com a indicação de bibliotecas, restaurantes e prédios.

Transporte:

O sistema de Geolocalização Indoor facilita a jornada dos passageiros de aeroportos, rodoviárias e metrôs. Permite que eles pesquisem instalações, serviços e as melhores rotas para o seu destino. Dessa forma os viajantes tem a autonomia necessária para se locomoverem por onde querem, tendo a segurança de que vão encontrar o portão de embarque quando precisarem.

Varejo:

O comerciante pode acompanhar de forma detalhada, como o cliente se comporta dentro do seu estabelecimento. Sabendo por quais corredores e sessões ele gasta mais tempo e quais são suas preferências com base em seu padrão de compras. Assim, a Geolocalização Indoor se torna um forte aliado quando o assunto é aumentar as vendas.

Marketing Baseado em Geolocalização Indoor

A Geolocalização pode ser usada para reconhecer quando um usuário de smartphone ou tablet entrou ou saiu de regiões específicas, graças a uma técnica chamada Geofencing.

O sistema pode então enviar uma notificação ao smartphone alertando-os sobre ofertas especiais, horários de funcionamento, brindes e qualquer coisa que aumente o envolvimento do cliente.
Os locais comuns para encontrar notificações contextuais são:

  • Aeroportos, especialmente em zonas francas.
  • Shopping centers, supermercados.
  • Outros centros de transporte, como estações de trem.
  • Convenções e exposições.

Se os usuários aceitarem receber ofertas, podem receber uma notificação personalizada informando-os sobre ofertas especiais
adaptadas às suas necessidades. Uma notificação pode informá-los de que eles precisam se mover para o portão
quando o embarque estiver começando, e guiá-los pelo aeroporto. Esse é apenas um exemplo da infinidade de usos do marketing baseado em localização.

Otimização com Base nos Dados

A análise de dados é uma das etapas mais importantes quando se trata de tomadas de decisão em uma empresa. Foi pensando nisso que a Zapt Tech desenvolveu sua tecnologia própria de Geolocalização Indoor, que captura dados reais sobre a movimentação dos recursos e monitoramento de pessoas e ativos.
Dessa maneira, as decisões importantes serão tomadas a partir de dados confiáveis e detalhados sobre o seu negócio, não só economizando capital, como também aumentando a receita.
Disponibilizamos abaixo um e-book exclusivo e gratuito com todas as informações que você precisa saber, para implantar essa solução na sua empresa.

Neste e-book você vai aprender mais profundamente sobre:

  • Onde o Posicionamento Indoor é usado.
  • Quais as aplicações da Localização Indoor.
  • Quais tecnologias de Posicionamento Indoor
    estão disponíveis.
  • Como instalar o Posicionamento Indoor.

Você também pode entrar em contato conosco através do email: contato@zapt.tech

E, se conectar conosco no Linkedin e no Instagram.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Redefinir senha

Digite o seu nome de usuário ou endereço de e-mail, você receberá um link para criar uma nova senha por e-mail.

Cadastrar

Entrar